Adsense

quarta-feira, 29 de junho de 2016

Planeje suas Refeições Saudáveis na Semana

Uma alimentação saudável é muito importante!


Mas, é fato, também, que algumas pessoas comentam que não conseguem seguir uma dieta saudável porque “não têm tempo” e nem “criatividade” para prepararem seus próprios alimentos. Assim, acabam comendo fora ou fazendo, em casa, o que lhes parecer mais prático.


Ainda mais hoje em dia, todos estão se preocupando mais com isso, mas implica também a questão financeira para não comprar a mais ou pouco.



Mas, como se organizar neste sentido? Talvez esta seja sua pergunta no momento. E a resposta é muito mais simples do que você imagina: basta planejar sua alimentação com antecedência, montando seu cardápio semanal!

Veja como montar um cardápio semanal:

(Dicas do site Dicas de Mulher)

A maioria das pessoas aproveita o descanso de domingo para montar seu cardápio semanal e já fazer as comprar no supermercado. E esta é uma boa dica!

É bastante importante que este planejamento de cardápio seja feito conforme as orientações passadas pela sua nutricionista. Mas, caso você ainda não tenha se consultado com uma nutricionista, pense nesta possibilidade! A profissional poderá te ajudar muito, inclusive nesse planejamento do cardápio semanal.




De acordo com nutricionistas o cardápio do almoço e jantar deve apresentar:

1. Saladas: “Ao elaborar o cardápio deve-se ter a preocupação de observar que a salada seja composta com alimentos que não componham as demais preparações”, acrescenta a nutricionista. Elas deverão variar entre:

Folhas: alface, escarola, almeirão, rúcula, agrião, radicchio, etc;
Legumes crus: cenoura, nabo, beterraba, rabanete, etc;
Legumes cozidos: beterraba, batata, cenoura, etc;
Outros: Queijo, frutas, etc.


2. Prato principal: Deverá ser composto por alguma proteína: carne, frango, peixe ou ovo. É preciso apresentar preparações de carne diferentes no mesmo dia e modificar os tipos de cortes durante a semana.


3. Prato base: Deverá ser composto por algum carboidrato: arroz, feijão, lentilha, cevadinha, quinoa, grão de bico, mandioquinha, batata, batata doce etc.


4. Guarnições: Uma verdura ou legume cozido no vapor ou refogado ou assado.

A nutricionista Paula Crook ainda lembra que, para montar um cardápio, deve haver um equilíbrio na ingestão dos alimentos e, consequentemente, de nutrientes, ou seja, não devemos repetir muito os alimentos. Além disso, devemos manter uma harmonia entre as cores, sabores e textura dos alimentos que compõem o cardápio.


Vejam quantas sugestões:


Almoço

Opção 1: Carne seca acebolada; salada de alface, tomate e azeitona preta; arroz integral com brócolis e feijão; couve refogada.

Opção 2: Bife grelhado; salada de rúcula e tomate; arroz integral, feijão e brócolis refogado com alho.

Opção 3: Peixe grelhado com molho de mostarda; salada de folhas verdes, beterraba crua e tomate; arroz 7 grãos, grão de bico e chuchu refogado.

Opção 4: Filé de frango grelhado; salada de folhas verdes e tomate cereja; macarrão integral com molho vermelho e brócolis.

Opção 5: Omelete com cebola e tomate; salada de folhas verdes, tomate e palmito; arroz integral com brócolis, feijão e couve refogada.

Opção 6: Rolinho de frango com cenoura e gergelim; salada de alface crespa, agrião, rabanete, pepino, tomate e nozes; arroz integral; feijão e abobrinha no vapor.

Opção 7: Bacalhau assado com ervas ao forno; salada de alface americana, agrião, lascas de manga e sementes de chia; quinoa; aspargos no vapor.

Opção 8: Bife grelhado com molho de cogumelo; salada de alface crespa, endívia, beterraba, pepino, broto de feijão e tomate cereja; lascas de batata com alho poró; berinjela grelhada.

Opção 9: Coxa de frango com ervas; salada de alface americana, rúcula, cenoura, tomate e folhas de hortelã; arroz com lentilha; vagem no vapor.

Opção 10: Linguado ao forno; salada de alface roxa, agrião, palmito pupunha e tomate cereja; arroz integral com espinafre; abóbora assada.

Jantar

Opção 1: Atum; salada de folhas verdes, tomate e cenoura ralada; arroz 7 grãos e beterraba cozida.

Opção 2: Filé de peixe com cenoura e batata; salada de alface com tomate; arroz branco e couve refogada.

Opção 3: Filé mignon; salada de alface, rúcula e tomate; arroz integral; abobrinha com milho e cenoura no forno.

Opção 4: Carne moída com abobrinha; salada de agrião com tomate cereja; arroz 7 grãos; cenoura refogada.

Opção 5: Almôndegas assadas; salada de rúcula com manga e tomate cereja; purê de batata doce; ervilha refogada.

Opção 6: Picadinho de filé mignon; salada de alface roxa, alface frisée, agrião, figo e tomate cereja; purê de batata doce; chuchu refogado com salsinha.

Opção 7: Frango grelhado; salada de alface crespa, rúcula, cenoura e beterraba; purê de mandioquinha; brócolis no vapor.

Opção 8: Filé de pescada com alecrim ao forno; salada de alface americana, agrião, tomate, palmito e gergelim; arroz integral com brócolis; purê de cenoura.

Opção 9: Omelete com legumes; salada de alface crespa, agrião, repolho roxo e cenoura ralada; arroz 7 cereais.

Opção 10: Sopa de legumes com frango e batata doce, salada de alface crespa, escarola, pepino, rabanete, grão de bico e hortelã.


Fonte: Dicas de Mulher
Fotos: Internet

sábado, 25 de junho de 2016

Pé de Moleque ao Leite Condensado

Em época de festas juninas, os doces típicos, como o pé de moleque estão em alta! Que tal esta receita caseira que une as duas delícias: Amendoim e leite condensado:



É muito fácil e rápido!

O que você vai precisar:


1/2 kg de amendoim cru e com casca, grosseiramente moído se preferir.
2 xícaras de açúcar
1 lata de leite condensado
1 colher (sopa) de chocolate (opcional)

Resultado de imagem para amendoim com casca
Resultado de imagem para leite condensado

Como fazer:


Coloque numa panela o amendoim e o açúcar e leve ao fogo baixo.

Mexa sempre para não queimar o açúcar.

Quando o açúcar se tornar caramelo, adicione o leite condensado e mexa por mais 3 minutos no fogo alto.

Retire do fogo e mexa por mais 3 minutos.

Unte um refratário com manteiga, despeje a massa e acerte para ficar plano.

Deixe esfriar um pouco e marque os pedaços com uma faca.

Quando esfriar é só destacar um do outro com auxílio de uma faca.







Fotos: Google


sexta-feira, 24 de junho de 2016

O Feijão e Seu Glamour

Com o preço do feijão nas alturas, resolvi falar um pouco desta "especiaria" e algumas receitas com os tipos mais exóticos!


Temos mais que 10 tipos de feijão, cada um com propriedades diferentes dos outros:

Feijão Carioca - O mais Comum

De cor marrom rajada, o feijão carioca é o tipo mais popular no Brasil. Comumente consumido junto com arroz branco, este grão pode acompanhar carnes vermelhas, frangos e peixes.



Feijão Preto

Usado tradicionalmente no preparo da feijoada, o feijão preto é rico em ferro, mineral que ajuda a combater a anemia.



Feijão Branco

Comumente usado em dietas para emagrecimento, este grão é rico em um nutriente denominado faseolamina, que dificulta a absorção do carboidrato transformado em açúcar.O feijão branco forma um caldo cremoso e pode ser utilizado no preparo de sopas ou saladas.
Com ele se faz o Cassoulet, a "feijoada" francesa, originalmente com carne de pato. 
* Veja receita abaixo.



Feijão Azuki

Típico da culinária japonesa, o feijão azuki é mais conhecido em São Paulo. Entre os benefícios deste grão estão o controle da pressão arterial e a sua ação diurética, usado também para a confecção de doces.



Feijão Vermelho

Pequeno, de sabor forte e cor avermelhada, este grão é bastante utilizado na culinária francesa, no preparo de sopas.
* Receita abaixo.



Feijão Manteiga

Grão bem arredondado e de cor amarela, é também conhecido como feijão bolinha. É muito usado na culinária portuguesa, servindo como ingrediente para saladas e sopas.



Feijão Fradinho

O feijão fradinho é a base do acarajé e também pode ser usado como o ingrediente principal no preparo de saladas, servindo como acompanhamento para peixes.



Feijão Jalo

Possui grãos grandes e amarelados.
Quando cozido, forma um caldo encorpado marrom avermelhado. Seu sabor delicado que lembra castanhas.
Ótimo para tutus, virados, saladas e sopas e é muito utilizado em Minas Gerais e na Região Centro-Oeste.



Feijão Moyashi ou Broto de Feijão

Possui formato arrendondado e esverdeado.
Este tipo de feijão é de fácil digestão e reduz sintomas de TPM, e também é conhecido como broto de feijão.
Ótimo para omeletes, sopas e saladas e é muito utilizado na culinária japonesa.



Feijão Rosinha

Possui os grãos pequenos e um pouco mais avermelhados do que marrons, que absorvem muito mais os temperos.
Garante um sabor especial para molhos e saladas e é muito consumido no Mato Grosso, Pará, São Paulo e Goiás.



Feijão Roxinho

Possui grão miúdo, escuro e avermelhado e pode ser usado em diferentes tipos de receitas.
Tem sabor intenso e textura macia e é muito utilizado em São Paulo, Minas gerais e Goiás.



Vejam as receitas do Cassoulet e do Feijão Vermelho: 

Cassoulet:

Ingredientes
1kg de pato ou frango (coxa e sobrecoxa)
1/2kg de linguiça calabresa
1/2kg de linguiça de porco
1 paio
1 lombinho
1kg de costelinha de porco
1/2kg de tomate
200grs de bacon
1/2kg de feijão branco
Sal, temperos, pimenta a vontade

Modo de preparo

Coloque o feijão branco de molho de véspera.
Cozinhe-o com o bacon e quando estiver um pouco mole, coloque o paio, o lombinho, as linguiças cortadas em pedaços.
As costelinhas devem ser temperadas anteriormente com sal e limão e fritas em margarina uma a uma.
O frango é colocado por último, mas também deve ser temperado anteriormente com sal e limão.
Quando estiver quase tudo pronto, misturado e cozido, bata os tomates no liquidificador com um pouco de caldo de feijão já cozido e temperado, a gosto, e misture tudo.
Deixe cozinhar mais um pouco para engrossar e sirva só ou com arroz branco.


Sopa de Feijão Vermelho:

Ingredientes

250g de feijão vermelho
Água e sal o suficiente
150 ml de azeite
100g de lingüiça calabresa
4 dentes de alho
1 folha de louro
1 cravo da índia
500g de batata cortada em cubos

Modo de preparo
Escolha o feijão.
Deixe de molho de um dia para o outro.
Depois, escorra.
Leve ao fogo para cozinhar com água, um fio deazeitee a lingüiça em rodelas.
Numa panela larga, coloque o restante do azeite, os dentes de alho esmagados, a folha de louro e o cravo da índia.
Junte o feijão ao preparado anterior e refogue um pouco.
Junte os cubos de batata.
Regue com o caldo que cozinhou o feijão com lingüiça.
Tempere com sal e cozinhe até as batatas ficarem macias.
Sirva em seguida.


Fonte: Bigbox.com.br ; 
Receitas: comidaereceitas.com.br
Fotos: Google

sábado, 18 de junho de 2016

A Pedidos, Pão Caseiro Menor

Amigos,
Recebi algumas sugestões e reclamações sobre a receita do Pão Caseiro com 1 kg de farinha

Acontece que nem todos têm uma forma grande para assar pão, assim como eu.


Pensando nisso, fui testando algumas variáveis, com meia receita, que ainda transbordou da forma, e, hoje testei um terço da receita, que foi EXCELENTE:


Deve-se tomar cuidado com as proporções da receita original ! Use um copo medido como este;

 

Sendo assim, a receita fica assim:

O que você vai precisar:

1 ovo inteiro
1/3 xícara de óleo
1/6 xícara de açúcar
1 1/3  xícaras de água fria
1 1/2 tabletes de fermento biológico ( 15 gr)cada.
1 colher de chá de sal
400 g de farinha de trigo


Deixei o forno aquecendo por uns cinco minutos em temperatura alta e coloquei a forma com a massa (explicações na receita original ) no forno. Depois de dez minutos, reduzimos a temperatura para média / baixa e deixamos por 30 minutos, para não queimar, mas ficar assado. Deixamos por mais cinco minutos em temperatura alta e desligamos o forno.
Antes de desligar, é bom espetar um palito para se certificar que a massa não esteja crua.


Lá vai o resultado:








  Muito bom! Vejam como se come:




Que tal fazer de novo?


Fonte: Acervo particular

sábado, 11 de junho de 2016

Fondue de Queijo

Conhecido não só pelo sabor, o fondue de queijo casa bem com uma noite romântica ou uma reunião de amigos. Para aqueles que optam por preparar a delícia de inverno em casa, podem sobrar dúvidas. Qual é o melhor queijo? O que deve acompanhar o fondue? O especialista em queijos Disney Criscione dá dicas para não errar no preparo e surpreender os convidados.



Queijos bons para fondue

Para a preparação do fondue, o especialista indica os queijos propiônicos, que são aqueles de massa aberta que possuem olhaduras (buraquinhos), como o Gruyère, o Emental e o Estepe, todos frutados e adocicados. Depois de escolher um desses, basta agregar um queijo prato super maturado (perto do término de sua validade). Vale lembrar, que não há queijos que não possam ser usados, só há os mais indicados.



Acompanhamentos para fondue

O pão é, sem dúvida, o acompanhamento mais popular e tradicional para o fondue de queijo. O pão ideal para acompanhar é o Italiano, cortado em cubos de 2 x 2 cm, sempre com a casca. 


Comendo o Fondue

Espete os pedaços de pão nos garfos e passe pelo queijo na panela, sempre raspando o fundo para ajudar que o queijo não grude no fundo.



Além de pedaços de pão, a receita combina bem com batatinhas cozidas, tomate cereja, salsicha, cubos de presunto e champignons.




Aproveitem o dia dos Namorados e curtam o Momento!!!!


Fonte: Bolsa de mulher
Imagens: Google